6 mins read

O que é o IBS?

Qual será a alíquota do IBS?

Em 2026, a CBS começará a ser cobrada a uma alíquota de 0,9%, e o IBS a um percentual de 0,1%.

Como vai funcionar o IBS?

O IBS incide sobre o valor agregado de cada etapa da produção de um bem ou serviço. Valor agregado é o quanto de valor foi adicionado em cada etapa da produção. Veja este exemplo simplificado da venda de um suco de uva, onde será cobrado o IBS com uma alíquota de 10%.
Em cache

Quem vai fiscalizar o IBS?

Quem irá fiscalizar e administrar o IBS? De acordo com a proposta em tramitação na Câmara, a fiscalização do IBS ficará a cargo do Conselho Federativo, composto pelas Fazendas estaduais e municipais.
Em cache

Qual é o objetivo do imposto seletivo federal?

Esses tributos serão substituídos por um ou dois impostos sobre o valor adicionado (IVA). A reforma contempla também a criação de um imposto seletivo (IS) para desestimular o consumo de produtos prejudiciais à saúde e ao meio ambiente.

Como funciona um imposto só?

O imposto único é uma proposta de reforma tributária idealizada pelo economista e ex-secretário da Receita Federal Marcos Cintra, que propõe a substituição, no Brasil, de todos os tributos por apenas um, sobre movimentação financeira, cobrado sobre cada parte de uma transação bancária (débito e crédito).

O que muda com a reforma tributária?

A reforma também estabelece que o imposto será progressivo, conforme o impacto ambiental do veículo. Veículos movidos a combustíveis fósseis pagarão mais IPVA e os movidos a etanol, biodiesel e biogás e os carros elétricos, menos.

O que muda com a reforma tributária 2023?

A reforma tributária de 2023 vai mudar como os tributos serão cobrados no Brasil. A principal mudança é a substituição dos 5 impostos que incidem sobre o consumo da população, PIS, Confins, IPI, ISS e ICMS, pelo IVA, o Imposto sobre o Valor Adicionado.

Quais são os pontos negativos da reforma tributária?

"São diversos os aspectos ruins: Conselho Federativo, alíquotas estimadas, transição mal desenhada para o IBS (imposto sobre bens e serviços), fundo de compensação de incentivos sem limitação clara de aportes da União, exceções numerosas em relação à alíquota de referência, dentre outros", diz.

Quais impostos serão unificados?

Três deles são federais: Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Esses tributos serão substituídos pela Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), a ser arrecadada pela União.

Como fica o ICMS na Reforma Tributária?

O ICMS, que deixará de existir com o passar dos anos, será substituído pelo IBS, que será um imposto gerido pelo Conselho Federativo e não mais por cada estado independentemente. Este conselho será formado por representantes de estados e municípios de todo o Brasil.

Como funciona o IVA na prática?

Pensando na cadeia de bens, um consumidor que adquire um tênis pelo valor de R$100. Tendo um IVA de 25%, o valor total do imposto do produto seria de R$ 25,00. ➡️ IVA = 25% sobre o valor de compra (R$ 25). Então, o IVA= R$ 6,25.

Quais são os tipos de impostos federais?

Quais são os impostos Federais?

  1. Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) …
  2. Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) …
  3. Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) …
  4. Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) …
  5. Imposto sobre importação (II) …
  6. Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

Qual o país que tem imposto único?

Os bens saem do país sem nenhum imposto carregado. Só há um único país no mundo que desistiu do IVA dentre os 170: a Malásia.

Quais são os 4 regimes tributários do Brasil?

No Brasil, as empresas podem optar por quatro regimes tributários: MEI, Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. O enquadramento define quais obrigações deverão ser cumpridas pelas organizações, além de determinarem uma série de outras especificidades. Siga a leitura do artigo e saiba mais!

Quais as desvantagens da reforma tributária?

Uma reforma tributária implica que os diferentes setores da economia serão afetados de formas assimétricas pela mudança na arrecadação, o que dificulta o consenso. O setor de serviços, por exemplo, tende a ser afetado negativamente pelas PECs em tramitação ao observarem sua carga tributária aumentar substancialmente.

Por que a reforma tributária é necessária?

Benefícios da Reforma Tributária

Os principais benefícios esperados com a reforma tributária são: Intensificação do crescimento da economia. Redução de custos. Maior atração de investimentos.

Quais são os 3 impostos?

Impostos Estaduais: São responsáveis por cerca de 28% das arrecadações do país, sendo eles: ICMS, IPVA, ITCMD. Impostos Municipais: São responsáveis por cerca de 5,5% das arrecadações do país. São eles: IPTU, ISS, ITBI.

Quais são os 3 principais impostos federais?

Os impostos federais são aqueles destinados à União. Eles correspondem a 60% das arrecadações no país e alguns exemplos são o famoso Imposto de Renda, INSS, IPÌ e IOF. Esses são os mais conhecidos, mas a lista completa é mais extensa e você vai conferir ainda aqui neste conteúdo!