6 mins read

O que é o pólipo pulpar?

O que é um pólipo pulpar?

O pólipo pulpar é um tipo de hiperplasia inflamatória pouco comum associada a dentes não-vitais. Os distúrbios pulpares são divididos em pulpites reversíveis e irreversíveis, com base na capacidade da polpa dental inflamada em retornar ao seu estado normal após remoção do estímulo nocivo.
Em cache

O que causa o pólipo pulpar?

Essa inflamação ocorre pelo contato de alimentos e microrganismos na polpa do dente, gerando uma condição de granulação hiperplásica, que cresce e expõe a abertura do dente. Tal processo ocorre geralmente em crianças e adultos jovens, acometidos a grandes traumas pulpares advindos geralmente da cárie ou de fraturas.
Em cache

O que fazer em caso de pólipo pulpar?

O tratamento desta pulpite depende de uma análise bem aprimorada, pois se o dente apresentar estrutura coronária suficiente para receber uma restauração, se responder negativo à percussão vertical e se as polpas dos canais radiculares estiverem sadias, pode-se optar por uma pulpotomia, caso contrário, pela pulpectomia.
Em cache

O que é pólipo dental?

Essa doença, também conhecida como pólipo pulpar, consiste na inflamação da polpa dentária. Esta, por sua vez, contém vários nervos e vasos sanguíneos localizados no interior dos dentes.
Em cache

O que causa nódulo pulpar no dente?

“A inflamação pulpar ocorre quando o dente sofre algum tipo de agressão, levando a uma vasodilatação da polpa”, explica ela.

Quais são os sintomas da pulpite?

Quais são as características da pulpite irreversível:

  • dor intensa e espontânea;
  • dor pulsátil e difusa;
  • dor de longa duração;
  • alívio da dor com o frio;
  • vascularização restrita;
  • infecção pulpar que pode levar à necrose pulpar.

Pode arrancar dente com pólipo pulpar?

Como tratar o Pólipo Pulpar ou Hiperplasia gengival

Em casos de extrema destruição dentária, a extração pode ser indicada. Porém bem importante, atenção! Se você tentar colocar a sonda ou cureta na região e apertar ou tentar “afastar” pra saber se é gengival, vai doer, e você pode perder o manejo do paciente.

Pode extrair um dente com pulpite?

Agora, se a pulpite for irreversível, a indicação costuma ser o tratamento de canal. Contudo, como citamos anteriormente, se o caso for muito grave, pode ser preciso extrair o dente e fazer um implante.

Por que dá pólipo?

Quais as causas de pólipos? Existem diversas causas para o surgimento de pólipos. No caso de pólipos intestinais e anorretais, por exemplo, o paciente pode apresentar os pólipos devido a condições como a Doença de Crohn, mas também por outros fatores de risco, como excesso de peso, diabetes e alimentação inadequada.

Como remover nódulo pulpar?

Remoção de Nódulos Pulpares Passo a Passo

1. Depois de acessar a câmara pulpar usando o instrumento de alta rotação, coloque a inserto ultrassônico em contato direto com o nódulo pulpar. 2. Inicie a remoção usando movimentos diretos e contínuos sobre o nódulo pulpar (procedimento seco – não irrigar).

Como os nódulos pulpares aparecem na radiografia?

Introdução: os nódulos pulpares são calcificações de etiologia controversa, presentes no tecido pulpar com tamanho variável. Sua detecção acontece durante exames radiográficos de rotina, apresentando-se como imagens radiopacas únicas ou múltiplas, de formato circular ou ovoide.

O que acontece se não tratar a pulpite?

A pulpite não tratada pode resultar em danos permanentes para o dente, em muitos casos ocasionando a perda do mesmo. Por isso, o diagnóstico precoce e tratamento correto são de extrema importância.

Como desinflamar a polpa do dente?

Na pulpite sintomática podem ser prescritos remédios ou medicamentos analgésicos (ex. paracetamol) que permitem aliviar a dor de dentes ou em alguns casos efetuar tratamento antibiótico e/ou anti-inflamatório para ajudar a desinflamar dente, devendo o doente tomar a medicação sempre sob orientação do médico dentista.

Como remover Nodulo pulpar?

Remoção de Nódulos Pulpares Passo a Passo

1. Depois de acessar a câmara pulpar usando o instrumento de alta rotação, coloque a inserto ultrassônico em contato direto com o nódulo pulpar. 2. Inicie a remoção usando movimentos diretos e contínuos sobre o nódulo pulpar (procedimento seco – não irrigar).

Como é a dor de pulpite?

Os sintomas de uma pulpite irreversível são dor espontânea, forte, como se o paciente sentisse um coração batendo dentro do dente.

Quando o pólipo é perigoso?

Os pólipos vilosos e túbulo-vilosos são os que têm mais risco de malignização. Mas há outros fatores que também nos ajudam a estimar o risco de câncer: Pólipos maiores que 1 cm são mais perigosos. Já pólipos com menos de 0,5 cm possuem baixo potencial de transformação maligna.

O que o pólipo pode causar?

Algumas vezes, a presença de pólipos está associada com a proliferação (hiperplasia) do endométrio, que é relacionada ao câncer endometrial. Quando não há hiperplasia, o pólipo raramente pode dar origem ao câncer.

Pode arrancar o dente com pulpite?

Agora, se a pulpite for irreversível, a indicação costuma ser o tratamento de canal. Contudo, como citamos anteriormente, se o caso for muito grave, pode ser preciso extrair o dente e fazer um implante.