5 mins read

O que é rádio na anatomia?

O que é rádio em anatomia?

O rádio é o maior dos dois ossos que formam o antebraço. A extremidade no sentido do punho é chamada de extremidade distal.

Qual a função do rádio no corpo?

O rádio articula-se com a ulna e essa articulação permite os movimentos de supinação e pronação, nos quais a cabeça do rádio gira contra a face lateral da extremidade proximal da ulna e o corpo do rádio cruza o da ulna. A possibilidade de pronação e supinação confere maior destreza e força à mão.

Que tipo de osso e o rádio?

Ossos longos

Exemplos: fêmur, úmero, rádio, ulna, fíbula e falanges.

O que é rádio e ulna?

Rádio e ulna são dois ossos que fazem parte do antebraço. O rádio é a continuação do polegar e a ulna é o maior osso do antebraço, que começa na ponta do cotovelo. Fraturas nestes ossos geralmente são decorrentes de grandes traumas, demandam de alta carga de força para serem fraturados.

O que é articulação rádio?

Articulações do cotovelo: rádio-ulnar

A articulação radioulnar proximal é sinovial e permite o movimento da cabeça do rádio sobre a incisura radial da ulna através do ligamento anular do rádio, que circunda a articulação.

Por que o osso rádio tem esse nome?

usavam talhadeiras e também pode ser que a origem do rádio tem esse nome tá que é algo semelhante a uma talhadeira então pode ser raio de roda pode ser talhadeira Tá bom ó.

Em que parte do corpo fica o rádio?

O rádio é o osso do antebraço que se estende anatomicamente na parte lateral do antebraço, indo do cotovelo até ao lado do punho onde se encontra o polegar.

Quais ossos se articulam com o rádio?

O rádio articula-se com quatro ossos: o úmero, a ulna, o escafóide e o semilunar.

Quantos ossos tem o rádio?

É o osso lateral do antebraço.

Apresenta duas epífises e uma diáfise. Apresenta três bordas e três faces. O rádio articula-se com quatro ossos: o úmero, a ulna, o escafóide e o semilunar.

Onde fica o rádio do braço?

O rádio é o osso do antebraço que se estende anatomicamente na parte lateral do antebraço, indo do cotovelo até ao lado do punho onde se encontra o polegar. Proximalmente articula-se com o úmero no capítulo deste, distalmente com o carpo e medialmente com a ulna.

Qual a função da cabeça do rádio?

Chamamos de cabeça do rádio à estrutura localizada na parte do cotovelo que se articula com a ulna e com o úmero possibilitando a prono-supinação do antebraço (giro de mão para baixo e para cima) e o apoio da mão com o cotovelo esticado.

Como se chama a articulação do rádio?

Mas, para facilitar, vamos começar entendendo o que é a articulação rádio-ulnar distal. Esta articulação, juntamente com a rádio-cárpica, são as articulações do punho e você com certeza já percebeu o quanto ele é importante para os movimentos das mãos.

Como se chama as articulações do rádio?

A articulação radioulnar proximal é sinovial e permite o movimento da cabeça do rádio sobre a incisura radial da ulna através do ligamento anular do rádio, que circunda a articulação.

Por que o osso rádio se chama rádio?

usavam talhadeiras e também pode ser que a origem do rádio tem esse nome tá que é algo semelhante a uma talhadeira então pode ser raio de roda pode ser talhadeira Tá bom ó.

Qual é o osso que protege o coração?

Os ossos do crânio, o esterno e as costelas protegem órgãos vitais como o cérebro, coração e pulmões.

Como tratar fratura no rádio?

O método convencional para tratar essa fratura é a redução fechada, seguida de imobilização gessada. Este método de tratamento freqüentemente leva a resultado insatisfatório, devido à perda da redução dos fragmentos e, conseqüentemente, compromete a anatomia e função do punho(3,7,8,13).

Onde fica o rádio no braço?

O rádio é o osso do antebraço que se estende anatomicamente na parte lateral do antebraço, indo do cotovelo até ao lado do punho onde se encontra o polegar. Proximalmente articula-se com o úmero no capítulo deste, distalmente com o carpo e medialmente com a ulna.

O que é fratura distal do rádio?

As fraturas do rádio distal geralmente resultam de queda sobre a mão estendida. A maioria das fraturas distais do rádio tem desvio ou angulação dorsal (algumas vezes chamada de fratura de Colles); são comuns, especialmente entre os idosos. Muitas vezes, o processo estiloide ulnar também é fraturado.