6 mins read

Quanto tempo dura vela de ignição NGK?

Qual a vida útil de uma vela NGK?

Fabricante desse componente, a NGK fala sobre o mito dos 100 mil km de vida útil. “A durabilidade das velas especiais é definida segundo testes estabelecidos pelas montadoras, e pode variar de 40 mil a 100 mil km, portanto, a orientação é sempre verificar o plano de manutenção do veículo.
Em cache

Como saber se a vela de ignição está ruim?

10 sinais que indicam futuros problemas nas velas dos carros

  1. 1 – Dificuldade para dar a partida. …
  2. 2 – Carro engasgando. …
  3. 3 – Perda de desempenho. …
  4. 4 – Aumento do consumo do combustível. …
  5. 5 – Desgaste do eletrodo. …
  6. 6 – Manchas no isolamento do eletrodo. …
  7. 7 – Marcha lenta irregular. …
  8. 8 – Base do isolamento quebrada.

O que estraga a vela de ignição?

Como já observado, a vela sofre um desgaste natural conforme o tempo de uso. A alta temperatura e a tensão às quais a peça é submetida provocam a chamada “erosão” dos eletrodos central e lateral. Isso gera uma folga entre esses eletrodos, o que dificulta a formação da faísca.

Quando mudar as velas de ignição?

Caso não haja uma recomendação expressa, a inspeção das condições das velas de ignição deve ser feita a cada 10 mil quilômetros ou anualmente. O prazo exato de substituição varia bastante entre cada tipo de motor e de velas (comuns ou especiais).

Qual o tempo de vida útil de uma vela de ignição?

Hiromori Mori, consultor de Assistência Técnica da NGK, explica que a vida útil da vela é determinada pela montadora, podendo variar de 30 mil km (velas convencionais) a 100 mil km (velas de iridium), em alguns modelos.

Qual a vida útil das velas de ignição?

Nem sempre é fácil identificar o momento ideal de trocar as velas de ignição. Em geral, elas devem ser substituídas a cada 50 mil ou 60 mil km, mas, para saber exatamente, consulte o manual do proprietário. É importante, também, checar as peças a cada 10 mil km.

Qual a vida útil de uma vela de ignição?

De acordo com o manual do proprietário da maioria das montadoras, é recomendável fazer a troca das velas a cada 20 mil quilômetros em média. Na hora de trocá-las é importante checar também os cabos de ignição, responsáveis por conduzir a energia produzida na bobina de ignição para as velas do motor.

O que faz a vela de ignição queimar?

Superaquecimento das velas de ignição

O derretimento parcial do eletrodo central por alta temperatura pode se dar por vários motivos, tais como: Uso inapropriado de velas muito quentes. Sujeira na câmara de combustão. Defeito nas válvulas.

O que causa vela ruim?

A causa deste problema não tem uma origem específica, pode ser causado por: filtro de ar sujo, ponto de ignição atrasado, combustível de má qualidade, vela de ignição incorreta e excesso de combustível. Sintomas: Dificuldade na partida a frio e apresenta falhas no motor trabalhando em marcha lenta.

Quantos mil km dura um jogo de velas?

Não há uma recomendação específica sobre a quilometragem necessária para trocar os cabos. Mas, a durabilidade média está entre 30 mil e 40 mil KM, dependendo do tipo de cabo e de veículo. Leia também sobre Troca de Filtros.

O que acontece com o motor quando a vela não funciona?

A principal função da vela de ignição é gerar a centelha dentro da câmara de combustão, dando início a queima da mistura ar/combustível. Se ela não estiver em boas condições o motor poderá falhar, perder rendimento, aumentar o consumo de combustível e até parar o motor em casos mais extremos.

Qual a vida útil das velas?

As velas geralmente são trocadas a cada 50 mil ou 60 km, mas devem ser checadas a cada 10 mil km.

Qual a vida útil de uma bobina de ignição?

A vida útil da bobina de ignição pode variar conforme o tipo de veículo, a quilometragem percorrida e o estado de conservação das peças. No geral, uma bobina de ignição original pode durar mais de 200 mil km, mas isso pode variar em razão das condições em que o veículo é utilizado.

Quantos km dura a vela do motor?

De acordo com o manual do proprietário da maioria das montadoras, é recomendável fazer a troca das velas a cada 20 mil quilômetros em média. Na hora de trocá-las é importante checar também os cabos de ignição, responsáveis por conduzir a energia produzida na bobina de ignição para as velas do motor.

Quantos km dura uma vela de ignição?

Ao notar eventuais falhas do motor, é importante ficar atento também às velas de ignição. São elas que recebem a corrente elétrica trazida pelos cabos, e também podem apresentar defeitos. Estima-se que entre 10 mil e 15 mil quilômetros de uso, elas devem ser verificadas.

O que faz estragar a bobina?

As principais causas são: Velas de ignição ou fios do terminal danificados: uma vela de ignição ruim ou fio de vela com resistência excessiva faz com que a tensão de saída da bobina suba – se exceder 35.000 volts, pode danificar o isolamento interno da bobina, causando um curto-circuito.

O que faz estragar a bobina de ignição?

A vida útil da bobina de ignição pode ser reduzida devido às más condições de uso do veículo e da falta de revisões nas velas de ignição, cabos supressores e alternador. Durante essas manutenções preventivas, é indicado que as velas sejam trocadas a cada 20 mil quilômetros.

O que faz o motor perder força?

Entre as principais razões que deixam o carro sem força encontramos as velas de ignição. Essas são as peças responsáveis por aquecer a mistura ar-combustível no interior do veículo. Porém, quando há depósito de carbono nelas, sua função pode ser prejudicada, impedindo que a correta potência do motor seja atingida.